Advertisements

Cloe Fenix - Poesia

Livros de Poesia escrita pela autora Cloe Fenix

  • Ideias Soltas – Texto 25

    Cegueira da minha alma Não me deixes mal-amado Vem o vento e leve com calma Aquilo que me tem ignorado De cego eu não tenho nada De cego, eu tenho tudo Aquilo que eu tenho amaldiçoado De mim já levou…

  • Ideias Soltas – Texto 24

    A noite escura Que brilha sem luar Esconde o que eu temo Me deixa sem lar Aquilo que me assusta Não quero encontrar O passado que me assombra São noite sem lugar Não corro um caminho Que não sei encontrar…

  • Ideias Soltas – Texto 23

    O tempo não para Ele apenas corre Como uma pequena bola Pela estrada fora Sem fim, sem regras Ele nunca demora Toma o que é certo Não andes à nora Aquilo que desejas Nem sempre encontras Um fino desejo Sem…

  • Ideias Soltas – Texto 22

    A carga que eu carrego É um fardo que eu renego Uma ansiedade que cresce Sem piedade, me envelhece A um ritmo, sem ritmo Que me causa tremor Eu não quero este vício Que me deixa com rancor Acordar, por…

  • Ideias Soltas – Texto 21

    Ao som da batida Eu mexo o meu Coração A um ritmo tic tac A suar de emoção A letra que transmite Têm alma e têm razão Não é a tua atitude Que me deixa uma lição Passa a tua…

  • Ideias Soltas – Texto 20

    Uma promessa sem amor É como o Verão sem calor Um frio em desespero Só porque eu vivo em ardor  Corre por aí Que eu vivo sem o sabor  Daquela bela história  Que termina com muito amor A saudade que…

  • Ideias Soltas – Texto 19

    Um toque de fama Um jogo por jogar Uma migalha a cada dia Para te poder alegrar Um toque de esperança Vai sempre conquistar Um sorriso na tua face E um brilho no olhar Aquece o coração Saber que contigo…

  • Ideias Soltas – Texto 18

    Vou contar te uma história Que criei, sem nenhuma razão Apenas, pela simples memória Do que vem, com uma canção Do rio ao mar, é um caminho Cheio de pedras e desafios Que liga o desafio, à lógica Que em…

  • Ideias Soltas – Texto 17

    Aprendi o que é loucura Na minha simples televisão Um rio de amargura E nem sei qual a razão Lá vem mais uma história Que vira notícia nacional Vais mostrar a tua oratória De quem é rico e sem noção…

  • Ideias Soltas – Texto 16

    Passo a passo Se forma uma caminhada  Agarrado a um destino  Sem beira, nem estrada  Eu sigo a passos lentos  Sentindo o respirar, ao meu redor Eu corro sem um motivo Só para sentir o teu odor Eu sei que…

Ir para a barra de ferramentas