Ideias Soltas – Texto 49

As plumas do pavão

Que brilham num milhão

Demonstram a magia

Que crescer num servo pagão

A mística que o cobre

Não é mais que um artificio

Vence o brilho mais forte

Que cresce num andarilho

O percurso que o cerca

Não é formoso, nem tem mais brilho

São as trilhas de um renegado

Que sofre sempre amargurado

Da sorte que o carrega

Na procura pela migalha

Da bela dama que o cega

 

<<30  40  …  47  48  49 50  51  …  60  >>

 

 

Obrigada por visitar o meu site...

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

%d bloggers like this:
Ir para a barra de ferramentas