• O Jardim Encantado

    Sarah Addison Allen transporta-nos para “O seu jardim encantando”, deixando-nos com um livro cheio de segredos e mistérios. Principalmente os que envolvem as mulheres da família Waverley e o seu jardim. Dando-nos a conhecer a estranha vida de Claire, uma jovem solitária dona de um pequeno negócio de catering. Onde cada receita servida contém um pequeno segredo, resultado da confeção das flores comestíveis, que ela planta no seu jardim, o legado Waverley. Tudo seria algo banal e diferente, se não fosse o facto dessas receitas, serem capazes de afetar quem quer que as coma. Tronando os jantares originais, com convidados atenciosos e felizes, ou caóticos com convidados demasiado sinceros, tudo…

  • Ideias Soltas – Texto 60

    Um dia me contaram Que a esperança é a última a morrer Não sei se foi sincero Não sei o que tenho a perder Eu vi sonhos morrerem Eu vi sonhos se realizar Onde estava a diferença Eu nunca vou encontrar A doença que o levou A esperança não chegou Não sei onde tu foste A sorte o abandonou Ela pode ser a última Mas nunca uma certeza Onde a tua crença te leva O milagre existirá?   << … 30  40  50  …  56  57 58  59  60  >>    

  • Ideias Soltas – Texto 59

    A amizade que nasceu É mais do que estava a contar Foi uma nova história Para poder deslumbrar Aventurar-me pelas sombras Daquilo que desconheço Descobrir novas histórias Uma vida do começo Saltitar de memoria Começar um novo momento Ver uma nova vista Um novo pensamento Imortalizar para a eternidade Aquele terno momento Viver uma verdade Uma amizade para sempre   << … 30  40  50  …  56  57 58  59  60  >>    

  • Ideias Soltas – Texto 58

    À neve que lá vem O frio veio para ficar Acende a lareira Eu vou me esquentar A chuva cai lá fora Nem todos vai agradar É um mal que trás embora A água para o mar Vem os ventos que tudo levam Eu já vou pelos ares Não sou a Mary Poppins Para de guarda-chuva voar Um boneco de neve Na montanha vou fazer Criar um novo amigo E a cenoura não comer O natal está a porta Presentes vou receber Chorar pela demora E um abraço receber   << … 30  40  50  …  56  57 58  59  60  >>    

  • Ideias Soltas – Texto 57

    As folhas que caem do céu De cor o chão vai pintar Amarelo, vermelho, castanho Já parei de contar O frio está de volta O casaco eu vou buscar Ver o sol a ir embora E a chuva a querer voltar Comer uma castanha Uma história a lareira contar A saltar de folha em folha Uma abóbora vou apanhar Fazer-lhe uma cara feira Só para te poder assustar Doce ou travessura Eu vou te apanhar   << … 30  40  50  …  55  56  57 58  59  60  >>    

  • Ideias Soltas – Texto 56

    O pobre que fome passa Dias melhores já viu passar É o olho de quem engrossa O mal não ver no ar A criança que chora A mãe não vai consolar Virou pó e foi embora O mal só esta a começar A peste que chegou Não é a mesma de outrora É a doença que ficou Aquela que esta na moda A fila não sai da roda Só esta a começar Vem a morte e leva embora Quem está cansado de esperar   << … 30  40  …  54  55  56  57  58  … 60  >>    

  • Ideias Soltas – Texto 55

    O cheiro que anda no ar Faz a minha mente viajar Para o jardim florido Que o bicho vem chamar A abelha que zumbe no ar As borboletas que vem visitar A joaninha com as pintas a brilhar Ao sol que sai para brincar Derreter o gelo e renovar Fazer a bolota brotar Ouvir os pássaros a cantar E os ninhos avistar É a natureza a despertar E a vida a recomeçar   << … 30  40  …  53  54  55  56  57  … 60  >>    

  • Ideias Soltas – Texto 54

    Eu quero festejar Correr na praia a queimar Mergulhar no seu frescor Sair e ganhar cor Beber a gelar E o cérebro congelar Viver transbordar E sempre me recordar Do que mais eu quero amar Levantar sem demora Se há um gelado de amora Beber por uma palhinha E venha lá a bolinha Para todos animar Correr sem subestimar A esperança que anda no ar Beber ao por do sol Ver o céu azul a pintar Já o vou fotografar Não quero que vás embora Eu quero aqui ficar Aproveitar a tua graça Para poder descansar   << … 30  40  …  52  53  54  55  56  … 60  >>…

  • Ideias Soltas – Texto 53

    De dia em dia em par Vamos todos animar Rir até me fartar Brindar só para festejar Sentir o vento a bailar Jantar fora para variar Sair e viajar Ver a cor do céu a mudar Saltar e mergulhar Nadar até mais nada avistar Subir ao alto e maravilhar Com a vista sem nada a atrapalhar Correr para exercitar Seguir sem para trás olhar Descobrir os mistérios que encontrar Deixar um mistério no ar Só para te intrigar   << … 30  40  … 51  52  53  54  55  … 60  >>    

  • Ideias Soltas – Texto 52

    Gelado da minha vida Trazes-me tantos sabores Arrefeces-me os ânimos E trazes novos amores Salta o paladar A cada gota de sabor Fazes-me lembrar A infância que me mudou A cada colher eu vivo Uma emoção que revive A cada arrepio eu sinto A felicidade que em mim vive Mata-me a solidão Com uma colher e um amigão Leva-me a um novo mundo De sabor e emoção   << … 30  40  … 50  51  52  53  54  … 60  >>    

Ir para a barra de ferramentas